Plano de Marketing Digital: o que NÃO pode faltar na sua estratégia

De fato, a internet faz parte da vida das pessoas. E não poderia ser diferente quando o assunto é consumo: hoje, a pesquisa de empresas, produtos e serviços na web é uma etapa importante das compras — e seu negócio precisa aparecer entre os resultados buscados pelo consumidor. Essa é uma das vantagens que um bom plano de marketing digital pode trazer para você.

O planejamento vai garantir uma presença online eficaz. Ter uma programação, de preferência documentada, é importante para que sua equipe mantenha o foco e trabalhe em ações alinhadas com seus objetivos. Ele também garante um controle melhor dos resultados e, consequentemente, investimentos mais inteligentes.

Neste artigo separamos alguns dos passos básicos que não podem faltar na elaboração do seu plano de marketing digital. Confira:

Plano de Marketing Digital

Faça um diagnóstico

Para decidir aonde vamos, precisamos começar com uma análise do ponto de partida. Como é a presença da sua empresa na web hoje? Em que canais você atua — site, blog, redes sociais? Com quem sua empresa conversa hoje? Faça um levantamento do que é feito por sua empresa e também dos resultados.

Isso é importante para analisar o que funciona direito, o que precisa melhorar e também para formar uma base de dados iniciais para avaliar a sua evolução a partir da implantação da estratégia.

Conheça o público-alvo da sua empresa

Um dos erros mais comuns cometidos pelas empresas na web é o de tomar decisões com base no que chamamos de “achismo”. Isso representa um risco para os resultados das ações, já que basear as decisões em dados concretos sobre seu público-alvo é fundamental.

Quem manda é o consumidor: é ele quem vai decidir em que redes sociais sua empresa deve estar, que conteúdo deve produzir, como e onde vai promover seus produtos, como vai desenhar seu site e assim por diante. Por isso, invista nessa etapa: contrate pesquisas, focus groups (grupos de foco ou de discussão), consulte dados do mercado, faça entrevistas com seus clientes, entre outros métodos. Toda informação será útil para definir as suas personas.

Persona

Grosso modo, as personas são personagens semifictícias que representam o seu público ideal. Para tanto, elas abordam características mais profundas do cliente (como preferências, hábitos etc), de uma forma mais detalhada do que o público-alvo e, desse modo, ajuda a entender suas dores, objetivos e dúvidas.

Entender quem é a sua persona permite traçar um plano de marketing digital eficaz para converter usuários em leads (pessoas que já manifestaram interesse pela empresa e entregaram informações de contato).

Defina os canais de divulgação

Quando iniciamos um plano de marketing digital, é comum ficarmos tentados a utilizar todos os canais de divulgação disponibilizados na internet. Porém, logo percebemos que nem todos apresentam resultados satisfatórios e, assim, nos damos conta de que a velha máxima que diz que “menos é mais” é válida também para o marketing.

Isso não significa que você não deve testar diversos canais. Essa prática é válida e ajuda a definir os melhores para as suas estratégias — por meio de monitoramento e identificação daqueles que geram maior tráfego e conversões. No entanto, como vimos no tópico anterior, é preciso identificar onde está o seu público-alvo para impactá-lo no meio certo.

Faça benchmarking

Também é importante saber o que vem sendo feito pelo mercado, por isso, faça um bom benchmarking — o estudo da situação da empresa em relação à concorrência em busca de inspiração para melhorar seus próprios processos.

Estude, principalmente, as empresas que já atuam na web há mais tempo. Avalie bons e maus resultados. Essa avaliação é uma fonte importante de ideias para criar uma estratégia inovadora e adequada para a sua empresa.

Capacite a equipe

Confiar o marketing da empresa nas mãos de um profissional de outro setor que “domina um pouco de computação” pode parecer uma boa economia, em um primeiro momento. Porém, em longo prazo, o fracasso da campanha será sentido. Isso porque o marketing digital, atualmente, não abre espaço para amadorismo.

Um plano de marketing digital feito corretamente envolve diversas ferramentas e, certamente, isso ajuda muito no planejamento. Contudo, para extrair o melhor de cada um dos recursos disponíveis, é necessário que a equipe tenha treinamento e capacitação técnica.

Assim, por mais que o profissional de outra área domine a computação, ele não saberá utilizar essas ferramentas, tampouco conseguirá implantar um plano de marketing que apresente resultados (além de analisá-los). Por isso, invista em cursos, palestras, workshops e outros eventos e materiais de marketing digital para capacitar o seu time.

Defina os objetivos

Agora que sua empresa já tem informações sobre sua situação atual, a posição em relação ao mercado e também sobre quem deseja alcançar com sua estratégia de marketing digital, é hora de traçar os objetivos. Por que seu negócio está na web? Você quer aumentar a visibilidade da marca, aumentar as vendas, ter mais um canal de atendimento?

Para cada objetivo será necessário definir indicadores-chave de performance, os KPIs, na sigla em inglês. São métricas-chave que vão refletir o sucesso ou o fracasso da sua estratégia. Se você quer vender mais por meio do site, por exemplo, o número de vendas, gasto médio de cada cliente e a relação entre acessos e vendas são KPIs importantes.

Trace a estratégia

Com o objetivo em mente, comece a traçar a sua estratégia. Que ferramentas e ações ajudarão você a alcançá-la Que atributos seu site deve ter? Um blog pode beneficiar sua empresa? Em que redes sociais você precisa estar presente? Você vai fazer campanhas pagas em redes sociais e buscadores? Você vai usar o e-mail marketing de que forma?

Se você identificou que o público tem determinadas dúvidas em relação ao seu nicho de mercado ou produto específico, por exemplo, uma boa estratégia pode ser a produção de conteúdos e a publicação no blog da sua empresa para educar o cliente.

Tenha em mente que cada negócio tem suas demandas específicas. Por isso, não há receita pronta. As ferramentas e ações devem ser definidas de acordo com as necessidades da sua empresa. É por isso que o benchmarking serve de inspiração e jamais trará ideias prontas para serem copiadas. Sua empresa é única e precisa de uma estratégia personalizada de marketing digital.

Documente o plano de ação

Por último, destacaremos a importância de documentar o seu plano de marketing digital. Esse processo é fundamental para ter os seus objetivos e estratégias alinhadas com toda a equipe e, dessa maneira, garantir que informações não serão perdidas e nem que ruídos vão ocorrer na comunicação. Por isso, tenha todas essas informações registradas:

  • objetivos;
  • métricas (ou KPIs);
  • personas;
  • canais de divulgação;
  • ações planejadas;
  • datas para cada ação.

E lembre-se de que uma estratégia de marketing digital não é engessada — ela pode ter melhorias e adaptações, de acordo com as ações que apresentam melhores resultados. Portanto, cada alteração deve ser documentada para que todos na empresa compreendam as táticas usadas, possam acompanhar os resultados obtidos e sugerir melhorias importantes para a empresa.

Com uma base sólida e acompanhamento, seu plano de marketing digital tem tudo para trazer ótimos resultados. Mas estes são apenas os primeiros passos! Pronto para começar? Conte-nos sua experiência nos comentários.