Google trends pode ser muito útil para estratégias imobiliárias

Você precisa conhecer essa ferramenta do Google

O Google é cheio de ferramentas que podem auxiliar o seu negócio. São tantas, que às vezes é até difícil de acompanhar tudo o que tem por lá. O bom é que grande parte delas está disponível gratuitamente e podem dar informações muito interessantes, ainda mais em um ramo tão competitivo como é o imobiliário. Uma dessas ferramentas gratuitas mais interessantes é o Google Trends.

Como o próprio nome diz, ele te dá dados sobre as tendências do momento e agrega bastante valor para você entregar ao seu cliente o que ele mais quer. Quer ver o quanto o Google Trends pode ser útil para as estratégias imobiliárias? Então venha conferir com a gente!

Verificando as tendências

O principal uso do Google Trends é para verificar como está o desempenho das suas palavras-chave na busca. Se você colocar no Trends o termo apartamentos em Pinheiros, vai ver a quantidade de pessoas que pesquisou por isso no Google dentro do tempo que você estipular.

É interessante ver as altas e baixas, analisar se são sazonais e aproveitar acontecimentos para tornar as pesquisas otimizadas. Assim, você foca no que o seu cliente está procurando.

Termos relacionados em alta

O Google Trends também é uma ferramenta útil para verificar quais são as palavras relacionadas ao seu negócio que estão sendo procuradas mais frequentemente no momento.

Digamos que você procurou por aluguel. Aparecem também os termos relacionados a isso que sofreram um aumento brusco nas pesquisas. Para dar um exemplo, se a palavra for kitnets para alugar em SP e aparece que houve um aumento de 200% nas buscas, provavelmente é hora de adaptar a estratégia para oferecer mais imóveis desse tipo.

Comparando termos

Outro destaque para as funcionalidades do Trends está no comparativo de termos relevantes. Ou seja, se você está querendo saber se as pessoas buscam mais por “casa” ou “apartamento”, é possível colocar os dois e ver qual é o gráfico que está no topo.

E isso também pode ser feito com mais de dois termos! Assim, é possível comparar diretamente o que você quer e definir os interesses dos seus clientes.

Analisando por região

Selecionar a área de busca também é um grande diferencial. Em primeiro lugar, é preciso tomar um certo cuidado porque o Trends acaba dando, em muitos casos, os resultados dos Estados Unidos como padrão. Depois de ajustar para o Brasil, abre-se todo um leque de possibilidades.

Isso porque, além de olhar como as pesquisas estão se desenvolvendo em um nível nacional, é possível também selecionar regiões e estados para uma busca cada vez mais local. Assim, você tem um comparativo de interesse mais nichado e entende se o seu público quer a mesma coisa que o país inteiro.

Até os acentos importam

Existe toda uma polêmica por trás da questão da importância dos sinais gráficos para os algoritmos do Google. Há quem diga que eles não têm a menor importância, mas uma checada no Trends mostra exatamente o contrário.

Por exemplo, fazer o comparativo entre os termos imobiliária e imobiliaria (sem o acento) costuma mostrar muito bem isso. A tendência entre esses dois é de que a segunda opção, sem sinal gráfico nenhum, seja mais pesquisado. Ou seja, vale a pena levar essa informação em consideração ao montar uma estratégia de marketing para uma imobiliária.

Usando os dados captados

De nada adianta juntar toda uma série de dados relevantes se eles não vão ser colocados em prática e se transformar em informação, não é mesmo? Então, após o uso do Google Trends, não utilize o que você aprendeu por ali apenas como curiosidade. Utilize tudo a seu favor e veja a sua corretora imobiliária à frente da concorrência.

Viu com a gente toda a importância de usar o Google Trends para montar estratégias imobiliárias? Conhece outros que também vão gostar bastante dessa dica? Sendo assim, compartilhe o texto nas suas redes sociais e nos seus grupos de WhatsApp.